Taking too long? Close loading screen.
Carregando uma Experiência Contábil Diferenciada

Blog

Imposto de renda 2021: aprenda como calcular

Imposto de Renda 2021

Imposto de Renda 2021

Aprenda como calcular o seu imposto de renda de 2021!

O Imposto de Renda é uma declaração anual que muitas pessoas adiam ou terceirizam o cálculo. Entretanto, essa tarefa não precisa ser uma dor de cabeça e fica muito mais fácil quando você entende o imposto e aprende a calculá-lo. Pensando em auxiliar as pessoas que devem declarar o imposto de renda em 2021, esse artigo trará as informações necessárias para que você mesmo realize os cálculos do seu imposto e não tenha problemas na hora de declará-lo.

Quem deve declarar o imposto de renda?

Deve declarar o IRPF a pessoa que:
  • Teve renda de salário anual superior a R$ 28.559,70 no ano anterior
  • Tenha exercido atividade rural e obtido uma renda bruta superior a R$ 142.798,50 no ano anterior
  • Tenha realizado operações e ganho de capital na bolsa de valores, de futuros, de mercadorias e bolsas de investimentos em geral no ano anterior
  • Teve posse ou propriedade de bens ou direito, inclusive sobre terrenos, de valor total superior a R$ 300.000,00 no ano anterior
  • Passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês no ano anterior

Além destes, excepcionalmente, devido ao Auxílio Emergencial, a Receita Federal passou a convocar, por meio da Lei nº 13.982,  a declaração de pessoas que tenham recebido Auxílio Emergencial e Auxílio Emergencial Residual em 2020 e tenham tido renda superior à R$ 22.847,76, ao considerar o auxílio como um rendimento tributável na ficha de Rendimentos Recebidos de Pessoa Jurídica.

Como realizar o cálculo do imposto de renda em 2021?

Após entender o que se está declarando bem como para onde vai o valor que você contribuiu, está na hora de aprender como fazer você mesmo os cálculos do seu imposto de renda.

Com a prestação de contas feita pela declaração anual, você consegue saber se já pagou tudo que precisava pagar. Em caso de você ter pago a mais durante o ano, a Receita devolve o dinheiro, processo denominado restituição do imposto de renda.
No entanto, caso os cálculos indiquem que você recebeu um valor que não equivale com o que deveria ter sido pago, você deverá pagar a diferença do valor para a receita.

Para calcular o Imposto de Renda, são necessários todos os rendimentos. Além disso, o salário do contribuinte. As operações para o cálculo do imposto são:

  1. Subtração: soma dos rendimentos tributáveis – soma das despesas dedutíveis = base de cálculo do IR
  2. Multiplicação: aplicação da alíquota de IR (referente à sua renda) sobre a base de cálculo = imposto devido pelo contribuinte
  3. Subtração: valor devido de imposto – imposto pago durante o ano = valor de IR a ser quitado ou restituído

Também é possível realizar o cálculo diretamente pelas plataformas do imposto, os programas para computador, disponíveis para Windows e Linux, além dos sistemas operacionais IOS e Apple.

e-CAC

Por último, também existe o e-CAC, um site para realizar a declaração de todos os anos que deseje.

Calcule a sua restituição em apenas 60 segundos

Ferramenta Imposto de Renda

A C-Controll possui uma ferramenta capaz de calcular o seu IRPF em apenas 60 segundos! E o melhor de tudo, ela é 100% gratuita. 

Contratar os serviços de uma empresa com qualificação e experiência sobre o assunto, é imprescindível! Sua declaração deve ser administrada por profissionais.

Se for esquecido alguma informação, declarado algum valor equivocado, realizar uma dedução inadequada ou então cometer qualquer desleixo em sua declaração do IRPF, você, com certeza, vai cair na malha fina!

Sem contar que existe a possibilidade de acabar pagando maiores valores em impostos, ou receber uma menor restituição da sua declaração, por não deduzir todos os valores a que tem direito.

Após descobrir como realizar o cálculo do seu Imposto de Renda de Pessoa Física, não deixe para a última hora e faça a sua declaração o quanto antes! O Imposto tem redirecionamento a programas e projetos voltados para a saúde, educação e programas sociais, então, ao passo que você cumpre com sua obrigação, também colherá frutos e, quem sabe, ainda volte uma “graninha” após a declaração? Boa sorte!

Esse artigo foi útil para você? Não deixe de compartilhá-lo para que seu amigo saiba como realizar o cálculo do imposto de renda!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um Comentário: