Taking too long? Close loading screen.
Carregando uma Experiência Contábil Diferenciada

Blog

Fluxo de caixa da sua empresa: saiba como avaliar

Saiba como avaliar o fluxo de caixa da sua empresa

Fluxo de caixa

O fluxo de caixa possui papel de suma importância no controle da sua empresa!

Para obter o sucesso financeiro do seu negócio, é necessário ter o controle das entradas e saídas. A saúde financeira da empresa é uma questão fundamental, que deve ser constantemente monitorada.

Assim, os custos fixos e variáveis, como vendas, contratos, fornecedores, funcionários, burocracias e etc. devem ser registrados, afim de criar um rigoroso controle.

Nesse artigo, destacamos os pontos pertinentes para a avaliação do fluxo de caixa que devem ser analisados.

Acompanhe a leitura!

O que é fluxo de caixa?

Fluxo de caixa é definido como o processo de acompanhamento da movimentação financeira de uma empresa. Então, independente do porte da empresa (microempresa ou multinacional) ou modalidade (física ou virtual) deve ser feito o fluxo de caixa.

Assim, o controle do montante de caixa recolhido e gasto por uma empresa durante um período de tempo definido, algumas vezes ligado a um projeto específico, é definido como fluxo de caixa.

Nesse processo, é necessário registrar de forma detalhada os ganhos e gastos, com a menor margem de erro possível.

O tempo de registro deve ser definido de acordo com a movimentação da empresa, podendo ser diária, semanal, quinzenal e mensal. Geralmente, o fluxo de caixa é feito em sistemas, planilhas e em negócios menores, nos cadernos. Esse controle é importante para a empresa definir qual o melhor momento para investir ou reter recursos.

A saúde financeira de uma empresa pode ser analisada com o fluxo de caixa que é rigorosamente controlado. Por isso, é importante atualizar periodicamente, para obter resultados mais precisos.

Contudo, o saldo apresentado ao final não indica necessariamente o cenário da empresa. É a movimentação de entrada e saída que demonstra se o negócio está tendo lucro ou prejuízo.

Componentes de análise do fluxo de caixa

análise do fluxo de caixa

Para ter uma visão mais detalhada da gestão financeira, é necessário entender quais são os componentes que se encaixam no fluxo de caixa. Assim, são adequados valores relacionados as operações, investimentos e financiamentos.

Desse modo, listamos os componentes de análise:

Atividades operacionais

Para avaliar o fluxo de caixa da sua empresa, o primeiro passo é analisar quais são as entradas operacionais. Essas atividades incluem dinheiro recebido de vendas/contas a receber pagas.

Além disso, é necessário analisar quais são as saídas operacionais, e isso inclui o dinheiro pago a fornecedores, folha de pagamento dos funcionários, impostos não relacionados a investimentos ou financiamentos e amortização de ativos de negócios.

Atividades de investimento

Em suma, as atividades de investimento são aquelas compras e vendas de ativos que não estão relacionados às operações rotineiras. Então, a aquisição de equipamentos de negócios, imóveis ou valores imobiliários, são definidas como atividades de investimento.

Aqui, o dinheiro investido é considerado como saída. Quando esses investimentos geram valor para a empresa, como nos casos de venda e aluguel, então esse dinheiro é considerado como influxo.

Atividades de financiamento

As atividades de financiamento podem ser:

  • Emissão de ações aos acionistas
  • Recompra de ações
  • Efetuar pagamento de empréstimos comerciais
  • Distribuição de dividendos

No fluxo de caixa, quitar um empréstimo bancário, pagamento de dividendos bem como recompras de ações são definidas como saídas.

Capital de giro

Para realizar a análise, é necessário analisar o capital de giro. Essa variável é definida como a quantidade de dinheiro necessária para facilitar as operações, mas também as transações comerciais e é calculada como ativo circulante menos passivos circulantes. 

Busque ajuda profissional

Profissionais C-Controll

Para realizar uma análise de fluxo de caixa, é necessário ter um conhecimento sobre finanças, afim de ter um controle rígido dos números. O lançamento de valores errados pode gerar prejuízos para a empresa. Por isso, a C-Control, especializada em contabilidade, pode te auxiliar nessa gestão.

Com o registro de todas as transações na demonstração do fluxo de caixa, adicione tudo para chegar no saldo final.

Se o saldo final for maior que o saldo inicial, você terá um fluxo de caixa positivo. Se for menor, você ele será negativo.

Gostou das dicas? No blog da C-Control você encontrará muito mais informações sobre o mundo dos negócios e contabilidade. Portanto, clique aqui e acesse mais conteúdo. Até a próxima!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um Comentário: