Blog

Sociedade saudável: aprenda como desenvolvê-la


Sócios da C-ControllMarco Antonio de Sá, Rosimeri Paloschi e Everton Sá.

Diálogo e parceria são fundamentais para uma relação de sociedade saudável

De maneira mais ampla, uma sociedade empresarial consiste na reunião de pessoas que se organizam pra desenvolver uma atividade profissional, com o objetivo de oferecer produtos e/ou serviços.

Os integrantes desse grupo, mais conhecidos como sócios, são os principais agentes para a execução de todas as ações que mantêm qualquer empreendimento.

Só que ter um sócio vai muito além do que convidar um amigo ou parente para trabalhar com você!

É preciso cautela e escolher bem com quem você vai fazer uma sociedade, visto que tocar um negócio envolve diversas atribuições e responsabilidades.

Em alguns casos, a incompatibilidade de pensamentos provoca discussões e embate de opiniões, o que é muito negativo para o andamento dos negócios.

Nessa perspectiva, uma relação saudável entre os sócios é fundamental para a vida da empresa, o que contribui para a ascensão dos lucros e o crescimento de todos os envolvidos.

Neste artigo, preparamos um conteúdo especial para você desenvolver uma sociedade empresarial saudável. Continue a leitura e aprenda a ter uma boa relação com seus sócios!

Por que fazer uma sociedade e como fazer uma sociedade saudável?

Sócios Unidos

 Um dos motivos que levam os empreendedores a buscar um sócio é o financeiro. Na maioria das vezes, uma pessoa quer iniciar um novo negócio, mas não tem muito dinheiro para investir.

É nesse momento que o sócio oferece o auxílio financeiro e passa a também ser dono da empresa, isso lhe dá poder de decisão e participação nos lucros.

Ter um sócio também oferece muitas vantagens, tais como a divisão do trabalho, responsabilidades e a tomada de decisões.

Entretanto, nem tudo são flores, pois como em qualquer relação, a sociedade empresarial requer dos sócios muito jogo de cintura para a resolução de problemas.

Acompanhe as nossas dicas para evitar situações conflituosas com seus sócios e manter um ambiente de trabalho saudável.

Trabalhar em sociedade pressupõe um acordo em que os sócios possuam responsabilidades e compromisso, para que todos colaborem com o crescimento da empresa.

Nesse cenário, o acordo deve estar pautado em aspectos como opiniões sobre os passos futuros da empresa, atribuição de responsabilidades e definição de expectativas de cada sócio.

É preciso definir também as estratégias de análises dos resultados dos sócios, bem como definir o comportamento profissional e pessoal esperado de cada um.

Confiança e transparência na relação

Em uma sociedade, a tomada de decisões deve ser feita em conjunto. Por isso, todas as ideias e opiniões devem ser analisadas e discutidas com transparência, isso contribui significativamente para a construção da confiança entre os sócios.

Reafirmamos aqui a necessidade de se fazer uma boa escolha antes de firmar uma sociedade, pois você precisa contar com a parceria de alguém confiável para enfrentar as dificuldades da sua empresa.

Equilíbrio nas contribuições financeirasSócios em equilibrio e confiança

O investimento financeiro pode se tornar um dos motivos de atrito entre os sócios. Em alguns casos, o sócio que investe mais pode se sentir superior ao outro com relação às decisões da empresa.

Por essa razão, é interessante que os investimentos sejam feitos de forma igualitária e acertados previamente.

Atribuição das atividades

Essa é uma etapa significativa para que uma sociedade tenha êxito. É muito importante definir de modo claro e estratégico as funções de cada sócio.

É crucial considerar a formação, habilidades e experiências de cada sócio, para que haja a delimitação das funções. Com essas ações, todos conseguem cooperar com os objetivos da empresa.

Para uma sociedade saudável é preciso de divisão do trabalho

Administrar um negócio traz muito trabalho aos empreendedores. Nesse sentido, se um dos sócios possui mais atribuições que o outro e se sente sobrecarregado, isso pode gerar conflitos.

Nesse contexto, é imprescindível que o trabalho seja dividido de forma igual e justa entre todos os integrantes da sociedade, sempre considerando a formação, experiência e habilidades de cada um.

Planejamento e metas

Conforme pontuamos no tópico anterior, uma sociedade na qual a divisão de tarefas é desigual promove a instabilidade na relação.

É necessário estabelecer metas que cada sócio deve alcançar. Todas as metas devem ter o propósito de impulsionar os resultados da empresa.

Por esse motivo, as metas devem envolver ações como cotação para compra de materiais, pesquisa de fornecedores, contratação de profissionais, dentre outras estratégias.

 A boa comunicação é fundamental para uma sociedade saudável

Comunicação é a palavra de ordem para qualquer relação, e com a sociedade empresarial não é diferente.

Uma boa comunicação é a base para o sucesso de uma empresa e deve sempre ser valorizada por todos os sócios de um empreendimento.

É nesse contexto que os sócios devem realizar reuniões constantes para discutir, propor ideias, além disso, de analisar resultados e estabelecer metas.

Todas essas conversas devem ser realizadas com tranquilidade e respeitos às divergências de opiniões.

Os problemas de relacionamento entre sócios fazem parte dos fatores que levam ao rompimento de muitas sociedades empresariais.

Conforme pontuamos, trabalhar em equipe pode ser um desafio, mesmo para os sócios que se dão bem.

Para evitar que isso aconteça, o lema de qualquer sociedade deve ser sempre o diálogo, pois só assim todos conseguirão solucionar os problemas, tornando a sociedade bem-sucedida.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um Comentário: